2011

Veja as principais atividades realizadas em 2011:

  • Aprovação e comunicação da ABENUTRI como novo Associado IADSA para todo o mailing internacional, o que gerou grande demanda e muitos contatos de empresas e outras organizações internacionais interessadas no mercado brasileiro, alem da possibilidade de participar de discussões internacionais, e acompanhar mais de perto o trabalho dos grupos como Codex, União Européia, etc. Jan/2011
  • Criação de uma área administrativa on line, onde cada associado pode ter acesso a todos os documentos e atas da Abenutri, de modo a aumentar a transparência e facilitar o acesso aos dados disponíveis. Este endereço e senha é reencaminhado aos associados a cada inclusão de novos documentos no Disco Virtual Abenutri, de modo que podem fazer o download e consultar sempre que desejarem. Fev/2011;
  • Parceria com o Sr. Hilton Vidigal, da Galgrin Group, para reformulação e atualização do site Abenutri, com criação de newsletter mensal e inclusão de ferramenta de email mkt, além do fortalecimento dos canais digitais, como blog e twitter, de modo a melhorar a comunicação das ações tanto para público interno, como externo, fortalecendo o relacionamento com associados, mídia, público final e órgãos fiscalizadores (melhorando a imagem e credibilidade de nosso trabalho). Marco/2011
  • Implantação do item DENÚNCIA no site Abenutri. Esta página possui um formulário para preenchimento simples, onde o usuário pode fazer sua denúncia e sem que os dados de origem fiquem armazenados. Nós garantimos total segurança quanto a origem da informação. As denúncias recebidas, são encaminhadas à secretaria executiva da Abenutri e levadas primeiramente para a próxima reunião geral, de modo que todos os Associados participam da discussão sobre legalidade da denúncia e medida a ser adotada pela Abenutri. Marco/2011 Desde o final de 2011 este meio de comunicação vem sendo bastante utilizado, e recebemos uma média de 5 denúncias/mês nos últimos 3 meses.
  • Abenutri discute com a ABIAD sobre o melhor formato do Programa de Monitorimento do Mercado, solicitado em novembro de 2010 pela Anvisa às empresas do setor. A idéia é buscarmos um procedimento que contemple a necessidade da ANVISA (apoio do setor regulado para fiscalização), tenha o menor custo possível ao setor regulado, ajude a coibir o mercado irregular porém não cerceie ainda mais as poucas possibilidades reguladas que temos atualmente. A grande dificuldade é que a Abenutri ainda não concorda com a legislação vigente (RDC 18/2010), a qual ainda está em prazo de adequação, dificultando a análise do que é regulado ou não. Esta ação ainda está discussão/formatação. Marco/2011 Ainda em 2012 o programa está aguardando aprovação da ANVISA, para então firmarmos o convênio com a Agencia e começarmos os trabalhos. A idéia é começar com a coleta de produtos no mercado e análise de rotulagem e ingredientes.
  • Contratação de um Assessor de Imprensa para trabalhar em uma pauta para “momentos de crise”. É comum que nosso setor sofra com inúmeras notícias pejorativas, que confundem o suplemento nutricional com drogas esteróides anabolizantes e outros medicamentos irregulares. Este tipo de notícia é extremamente prejudicial ao setor, denegrindo o conceito de que os suplementos nutricionais são benéficos e não possuem risco à saúde. Assim, a Abenutri está constantemente trabalhando nesta pauta, e divulgando-a junto aos editoriais de saúde, nutrição e qualidade de vida, de modo a orientar o profissional do jornalismo e evitar este tipo de notícia equivocada. Abril/2011 Em 2011 este equívoco ainda aconteceu nas mídias, porém já com menor freqüência que em 2009 e 2010, mostrando que a insistência neste tipo de trabalho é fundamental!
  • Formatação do CONUTRI – Congresso Brasileiro dos Negócios de Produtos Nutricionais. Este evento, previsto para 2012, será realizado em parceria com  Grupo CIPA (www.cipanet.com.br), sob coordenação do Sr. José Roberto Sevieri, com objetivo de melhorar a capacitação profissional dos varejistas do setor, com temas como crédito, fluxo de caixa, marketing, captação e manutenção de clientes, gerenciamento de prateleira, e principalmente regulamentação. Enfim, o intuito é oferecer serviços de qualidade que promovam o crescimento e desenvolvimento do varejo dos produtos nutricionais. Abril/2011
  • Retomada do contato para continuidade com o trabalho de parceria com a Liderança do PR, ainda sob o comando do Dep. Sandro Mabel, e com outros nomes que possam contribuir com nosso setor. É estratégico estabelecer uma aliança política permanente em Brasília a fim de representar os interesses do setor junto às autoridades competentes e garantir o desenvolvimento saudável do mercado. Hoje empresas de fora da Abenutri constantemente prejudicam concorrentes e o mercado através de ações fortalecidas por “padrinhos” políticos. Assim, além de fortalecer nossos parceiros, a Abenutri faz um trabalho institucional buscando amenizar as forças que prejudicam o setor. Maio/2011
  • Contratação de um estagiário, estudante de jornalismo, para auxiliar nos trabalhos e gerar conteúdo de qualidade para o site e outros meios de comunicação (redes sociais), além de ajudar no trabalho de assessoria de imprensa e opinião pública. Maio/2011
  • Participação da Abenutri na Consulta Pública nº21/2011, que trata da Informação Nutricional Complementar para harmonização com MERCOSUL. A referida CP não incluía os Alimentos para Atletas, porém é se suma importância que sejam contemplados, uma vez que esta RDC é essencial para a inclusão dos edulcorantes em nossos produtos. Maio/2011
  • Definição de um novo SELO DE ASSOCIADOS Abenutri, o qual poderá ser utilizado por todos os Associados em dia com seus deveres e contribuições associativas. Maio/2011 Porém foi apenas em janeiro 2012 que oficializamos o Código de Ética ABENUTRI, exigindo que o mesmo seja cumprido por todos os Associados, de forma a validar o Selo de Associado.
  • Revisão do código de ética Abenutri, de modo a contemplar todas as situações inerentes ao nosso setor, vislumbrando tanto o relacionamento entre associados e entre não associados como o relacionamento e posicionamento da empresa frente ao consumidor e órgãos públicos/regulatórios. A idéia é coibir a competição desleal, assim como o mercado irregular. Maio/2011 Acho muito interessente citar o Código de Ética, porém deve entrar no ano de 2012, quando foi de fato registrado, tornando-o um documento oficial da Associação.
  • Abenutri inicia uma nova frente de ação, referente à Propaganda dos Alimentos para Atletas. Para isso realiza reunião com a Gerente Geral da GPROP, Dra. Maria José Fagundes, com a proposta de compreender melhor a atuação desta gerencia no controle da propaganda, assim como, propor um workshop para discussão do assunto junto ao setor regulado. Maio/2011
  • Aprovação do Novo Associado: Grupo Supley Laboratórios Ltda, com a marca Max Titanium Suplementos. Junho/2011
  • Discussão e monitoramento do Grupo de Trabalho ANVISA que foi instituído pela Portaria Nº730/2011 que tem como objetivo: “com o objetivo específico de discutir e elaborar proposta de regulamentação de suplementos, definindo, com clareza, a sua categoria, se alimentos ou medicamentos”. Junho/2011 A ANVISA já demonstra que busca uma solução para os produtos que estão no meio do caminho entre alimentos e medicamentos, os quais popularmente conhecemos como “Suplementos Nutricionais”. Hoje a divisão na ANVISA é tão forte, que a agencia tem dificuldade em ampliar sua legislação para contemplar tal categoria. O Trabalho da ANVISA ainda está engatinhando, e a ABENUTRI continua monitorando e solicita acento no Grupo de Trabalho quando estiver aberto para o setor regulado.
  • Abenutri reuni-se com Vice-Diretor Executivo do CONAR para buscar parceria e apoio na ação que trata sobre a propaganda dos Alimentos para Atletas. Junho/2011
  • Abenutri começa a discussão de uma Ação que visa conter o crescente número de formatos de comércio irregular, seja pelo comércio eletrônico ou não, assim como formas de comércio que promovem competição desleal, como os sites de compras coletivas. Junho/2011
  • Abenutri fecha parceria com a META REGULATÓRIA, empresa que presta consultoria na área regulatória de alimentos, comandada pela Sra. Daniela Tomei, de modo a oferecer atendimento breve aos seus associados, assim como, assessoria nas respostas às Consultas Públicas e demais assuntos regulatórios de interesse do setor. Junho/2011 Este é um grande “serviço” que a Abenutri oferece aos seus associados, uma vez que podem fazer pequenas consultas sem custo à Sra. Daniela Tomei, grande especialista na legislação de alimentos do Brasil, além de receberem relatórios tecnicos das reuniões e consultas públicas.
  • Abenutri promove apoio institucional ao evento EXPO FARMÁCIA, segmento que tende a crescer cada vez mais dentro do mercado de suplementos nutricionais, realizando duas palestras: “A Importância dos Suplementos nos dias de Hoje” (Dr. Euclésio Bragança) e “Gestão de Categorias” (Sr. Marcelo Bella). Julho/2011
  • Abenutri participa da 2º Expo Nutrition e da coordenação científica do II SPORTS NUTRITION CONVENTION. Evento que reuniu o segmento de Nutrição Esportiva em um espaço único, voltado ao público consumidor, atleta, profissional do esporte, fitness, lutas, fisioterapia e nutrição. A primeira edição aconteceu em julho de 2010 e foi um sucesso! Os Associados Abenutri tiveram vantagem em termos de preços e escolha da planta, assim como participaram diretamente na coordenação e organização do evento. Julho/2011
  • Abenutri protocola Processo Administrativo com Pleito do Setor solicitando maior prazo de adequação para a RDC 18, assim como a Abertura da discussão Técnica, assinada por seu Presidente, anexada de parecer jurídico e técnico do Dr. Fernando Aith, advogado especialista na área regulatória. Julho/2011 Após solicitar a copia na íntegra do processo, verificamos diversas irregularidades na atuação da ANVISA para a conclusão e publicação da RDC 18/2010. Além disso, constatamos que vários pontos dos quais o setor não concorda, não possuem argumento técnico forte apresentado pela agencia, podendo ser facilmente derrubados em um questionamento. A resposta da Agencia a este processo foi a publicação de prorrogação para o prazo de adequação da RDC 18/2010 por mais 12 meses, que teria acabado em Outubro/2011. Abenutri ainda aguarda publicação de nova norma para SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS.
  • Abenutri apoia o evento SPORTS BUSINESS 2011 realizado nos dias 17 a 19 de agosto no Anhembi, que reúne o segmento da industria do esporte de toda a America Latina em um congresso cujos temas centrais são: infraestrutura e instalações, materiais e equipamentos esportivos, marketing esportivo e turismo esportivo; agosto/2011
  • Abenutri contrata a formulação de TRÊS pareceres técnicos para a defesa de nossos pleitos referentes à RDC 18, defendendo o uso de creatina e suas combinações com Beta-Alanina, HMB, BCAA, entre outros (Prof. Bruno Gualano), defendendo a necessidade da criação de uma categoria de Alimentos para a Recuperação de Atletas (Prof. Erico Caperuto) e o uso de Arginina como Alimento para Atleta (Prof. Adriano Valin). AGO/2011
  • Participação da Abenutri na Consulta Pública nº36/2011 – “Proposta de REGULAMENTO TÉCNICO SOBRE ENZIMAS E PREPARAÇÕES ENZIMÁTICAS PARA USO NA PRODUÇÃO DE ALIMENTOS EM GERAL “. Esta consulta não previa a existência de enzimas bioativas, mesmo elas ainda não sendo reguladas como alimentos, foi importante solicitar esta diferenciação. AGO/2011
  • Abenutri apóia o evento HISA 2011, que além da exposição dos principais fornecedores de ingredientes do segmento, ainda sediou congressos importantes. Um dos temas discutidos foi a última POF apresentada no pais, assim como a necesssidade de revisão das políticas publicas de alimentação e nutrição brasileira.
  • Abenutri aprova e financia a TV ABENUTRI, plataforma web para transmissão das palestras que foram apresentadas na última Sport Nutrition Convention. As inscrições para visualização das aulas será gratuita, diretamente no site da Abenutri, estimulando a educação e capacitação do profissional de nutrição sobre Suplementos Nutricionais; AGO/2011
  • Abenutri apresenta aos Associados o GUIA de BOAS PRÁTICAS de Fabricação que foi desenvolvido pelo IADSA especificamente para a área de Suplementos Nutricionais, e aprovado internacionalmente. AGO/2011
  • Abenutri participa da Consulta Publica nº 10/2011 do CVS São Paulo, referente à portaria CVS 6/99, que “Aprova o regulamento técnico, constante do anexo 1 e o roteiro de inspeção, constante do anexo 2, sobre boas práticas em estabelecimentos comerciais de alimentos e serviços de alimentação”. Set/2011
  • Abenutri abre as inscrições para apresentação das CHAPAS para Eleição 2011. Set/2011
  • Abenutri comunica ofício encaminhado pela GGALI, assinado pela Dra. Denise Resende, confirmando que o prazo para a RDC 18 será prorrogado por seis meses. Ainda, em conversa extra-oficial, obtivemos a informação de que o prazo seria de 12 meses. Set/2011
  • Abenutri contrata Dr. Fernando Aith para escrever uma Representação ao Ministério Público Federal relatando os problemas e riscos causados pela RDC nº28/2011, que libera a importação por pessoa física de qualquer alimento sem a necessidade de fiscalização da ANVISA, o que compromete não só a isonomia e saúde da indústria nacional, como coloca em risco a saúde do consumidor, uma vez que permite a entrada indiscriminada de produtos sem origem definida no país (aumenta o contrabando, a venda de PF para PF em sites de relacionamento, e a venda direta por sites estrangeiros de produtos não permitidos no Brasil). Set/2011 Antes porém de protocolar a representação ao MPF, a Abenutri julgou por bem solicitar uma resposta da ANVISA, tanto da GGALI/GPESP como da GIPAF (Gerencia de Portos e Aeroportos, provável mentora da referida RDC). Estamos aguardando uma segunda reunião, onde será apresentado relatório comprovando o risco aos consumidores e prejuízo à indústria nacional.
  • Abenutri solicita assento nas Reuniões preparatórias para tratar dos seguintes temas da Comissão de Alimentos do SGT 3. As reuniões serão realizadas na sede da Anvisa, SIA trecho 5, área especial 57, bloco E:
    • 10/10/11 das 09h:30 às 17h:30 – Rotulagem geral de alimentos ( Res. GMC n. 26/03 ) – Auditório;
    • 11/10/11 das 09h:00 às 17h:00 –  Rotulagem geral de alimentos ( Res. GMC n. 26/03 ) – Auditório;
  • Abenutri realiza reunião com o Senador Humberto Costa, quem luta por assuntos ligados à “responsabilidade em saúde” (tem um projeto de Lei sobre Pirataria), para tratar de um projeto para neutralizar a RDC nº28/2011. Out/2011
  • Abenutri realiza reunião com a DICOL e GGALI/ANVISA, para tratar da oficialização da prorrogação do prazo de adequação da RDC 18/2010 (deve ser publicado em DOU), da abertura de nova discussão técnica ou previsão da possibilidade de incluir aminoácidos em outras categorias, da adequação dos PACKS. OUT/2011
  • Abenutri entrega em mãos à Dra. Denise Resende e protocola na ANVISA endereçada à DICOL, ofício relatando os riscos gerados pela publicação da RDC nº28, tanto para os consumidores como para a industria nacional, e solicita reunião urgente com o Diretor Geral Responsável por Portos e Aeroportos, Sr. José Agenor Álvares da Silva. OUT/2011
  • Abenutri realiza reunião com a Secretaria de Esporte de Alto Rendimento, Ministério do Esporte, para propor um convenio para a criação de um portal informativo, onde o atleta possa buscar por informações sobre os principais suplementos disponíveis, sua eficácia, indicação e ainda, informações sobre produtos regulados. Out/2011
  • Abenutri prepara NOTIFICAÇÃO Extra Judicial a ser encaminhada a todos que participam da cadeia, que possibilitam as vendas “on line” de produtos não regulados, mostrando a preocupação da Associação com a saúde pública, relatando que a venda deste tipo de produto é proibida e solicitando a cooperação de todos os envolvidos (empresas de hospedagem, meios de pagamento, sites de busca, sites de leilão, empresas de registro de domínio, etc). NOV/2011 As notificações foram protocoladas em dezembro de 2011, e tivemos várias respostas positivas, verificando ainda que alguns dos sites de comércio de produtos não regulados no Brasil, já estão fora do ar. A intenção é continuar com esta ação, uma vez que a cada dia surgem novos sites e pontos de venda de produtos irregulares.
  • Abenutri participa do Seminário de Orientação ao Setor Regulado que tratou do Registro e Notificação na área de Alimentos, explicando como funcionará o novo sistema de peticionamento eletrônico que será disponibilizado pela ANVISA no mais tardar Jan/2012. NOV/2011
  • Participação da Abenutri na Consulta Pública nº52/2011 que “Dispõe sobre os procedimentos para registro sanitário e notificação de produtos isentos de registro sanitário na área de alimentos e dá outras providências”.
  • Ainda para 2011 está em nosso planejamento:
    • Ampliar o numero de Associados e representatividade no setor;
    • Estreitar o relacionamento com a Revista Suplementação, criando um comunicado regular das ações Abenutri e assuntos relevantes para nosso segmento;
    • Continuar com o trabalho de fortalecimento da marca Abenutri, com aproximação e apresentação de nossa causa às demais entidades vinculadas ao esporte e Nutrição: Ministério do Esporte, COB, WADA, IADSA, ABIAD, ABRIESP, ASEGI, ANVISA, FNCP (Combate a Pirataria), entre outras entidades importantes ao setor;
  • Assim, além de se beneficiar com as Ações realizadas, imagem conquistada e parcerias firmadas, o Associado Abenutri têm participação ativa nas discussões e decisões tomadas, de modo que o interesse de cada um seja respeitado. Participando das reuniões, o Associado ainda pode:
    • estreitar relacionamento com fornecedores e demais varejistas do setor;
    • obter conhecimento das dificuldades comuns e de como superá-las;
    • participar ativamente do planejamento de ações, discutindo as necessidades e possibilidades junto aos órgãos fiscalizadores e demais integrantes da Cadeia do Suplemento Nutricional;
    • receber informações inéditas, e muitas vezes antecipadas, de modo a conseguir planejar melhor o futuro de sua empresa;
    • ratear custos com ações que são comuns entre os associados, e que podem ser realizadas de forma associativa, ao invés de individualmente por cada empresa, o que tem menor peso e maior custo;
    • usufruir das parcerias conquistadas para interesse próprio e/ou comum.

Facebook

Twitter